SBrick + Snap!

A linguagem Snap! (antes designada BYOB) é uma linguagem de programação visual baseada na experiência “drag-and-drop”, uma reimplementação extendida da linguagem Scratch que tem ganho alguma notoriedade por ter sido incluída no ambiente gráfico dos Raspberry Pi.

Eis um exemplo de um programa muito simples, que faz um rover andar às voltas:

snap-SBrick1De há um par de anos para cá que alimento a ideia de utilizar Snap! para ensinar à miudagem [e não só] conceitos básicos de robótica. A forma como o Snap! está a ser desenvolvido permite criar «device extensions» para interagir com dispositivos físicos (descobri o Snap! justamente por ter uma extensão para Mindstorms NXT, a Snap-NXT by Technoboy10) e hoje criei a minha primeira extensão, para o Sbrick.

Basicamente editei a extensão para Mindstorms NXT, deitei fora a parte específica do NXT e acrescentei os meus comandos que invocam o comando gatttool do BlueZ (do que resulta a minha extensão apenas funcionar em Linux, lamento).

A device extension consiste em dois ficheiros:

O primeiro é um programa em Python que corre um servidor http muito básico que aceita comandos http. O segundo é uma definição XML das funcionalidades implementadas (dois comandos apenas: ‘move motor’ e ‘stop motor’, sendo possível controlar 3 «motores»: A = channel#1, B=channel#2 e P = channel#1+channel#2). Estando o programa ‘snap-sbrick.py’ a correr, lançamos o Snap! com a device extension quando acedemos por browser ao endereço:

http://snap.berkeley.edu/snapsource/snap.html#open:http://localhost:1330/snap-sbrick

Ou seja o Snap! em si é carregado da Universidade de Berkeley e apontado para o nosso PC de onde carrega as definições das funcionalidades adicionais. É possível carregar o Snap! a partir do nosso próprio PC para trabalhar em modo offline mas isso já é outra história.

A definição dos comandos pode também ser feita graficamente, sendo depois gerado um ficheiro XML semelhante ao acima referido:

  • comando ‘move motor’

snap-movemotor-def

  • comando ‘stop motor’

snap-stopmotor-defPodemos ver que a definição de ‘move motor’ está bem melhor que a de ‘stop motor’ – é feita uma validação dos parâmetros, se speed não pertencer ao intervalo [-100,100] ou se motor não for A/B/P é gerada uma excepção.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.