Eu quero ser um cliente Microsoft

Bom dia.

Sei que vai parecer estranho mas gostava de ser um cliente Microsoft. Sim, é verdade, eu QUERO comprar um produto Microsoft. Mas não consigo.

Eu querer, querer, não quero. O meu dinheiro é curto e o Governo este ano não ajudou em nada a melhorar a situação. Mas preciso. Ou melhor, precisa a minha mãe. Estão a ver, comprei-lhe um portátil com Microsoft Windows 7 instalado (uma versão legítima, note-se bem). Para poder frequentar um daqueles cursos para a terceira idade onde ensinam a navegar na Net, criar uns slides e enviar uns mails. A Junta de Freguesia de Massamá patrocina este curso mas pelos vistos não há computadores capazes que cheguem e por isso a minha mãe pediu-me um e assim o fiz.

Mas entretanto a formadora pediu à minha mãe para me pedir para instalar o Office. Claro, o Microsoft Office… entre formadores parece não haver mais nenhum.

Perguntarão vocês porquê a mim, mas percebe-se, não dei direitos de administração à minha mãe no computador dela (tão malucos? é um sistema operativo Microsoft!) e mesmo que lhe desse ela não sabe sacar pirataria (não é que a minha mãe seja ou sequer pudesse ser pirata, estamos meramente a falar em sentido figurado).

Eu, pelo meu lado, sou um bom cidadão e por isso é que preciso de comprar o Office para a minha mãe. Ainda pensei contornar a questão com o LibreOffice mas lembrei-me que passei pelo mesmo com o meu pai, ele andava sempre a perguntar-me porque é que os ícones e os botões e os menus e as barras não eram iguais aos do formador e nunca consegui explicar-lhe que mais do que decorar ícones e botões e menus e barras uma boa formação consistia em aprender a trabalhar com processadores de texto, folhas de cálculo e slide shows seja de que fabricante for… mas não resultou e acabei na altura por lhe comprar o Microsoft Office 2007 Casa e Estudantes por €99

Uma coisa boa do produto é permitir instalar em 3 computadores do ambiente doméstico sem questionar muito que raio é um ambiente doméstico por isso instalei no PC do meu pai, no portátil da minha irmã e no portátil da minha esposa. No meu não claro, que é Linux e mesmo que fosse Windows já disse que me desenrasco com o LibreOffice.

Mas agora que a minha mãe também tem portátil preciso de comprar mais um pacote igual… só que não encontro. Em todas as lojas que vou só encontro o Microsoft Office 2010 Casa e Estudantes por €79 mas numa versão sem DVD, apenas uma licença e muito bem explicado que só permite a instalação num equipamento, se quisermos em 3 temos de comprar o pacote com DVD… mas onde, pelo amor de Deus, onde???

Ah e porque raio a professora precisa do Office? Porque tem uma coisa chamada Picture Manager que é a única coisa que a desgraçada sabe usar para editar fotos!!! Eu podia instalar o Gimp mas depois ia ter de ouvir que os ícones, botões, barras e menus não eram iguais…

O tempo passa

Hoje de manhã caiu o primeiro dente de leite ao filhote #1. O dente definitivo já tinha nascido por trás.

Não sei bem como e já nos vimos metidos na história da Fada dos Dentes (mas quem raio é que inculturou esta gaja?). Não percebo porque não é politicamente correcto falar do Pai Natal que só dá presentes [tá bem que só dá aos meninos que se portaram bem mas ] e depois vêm com esta troca comercial com uma Fada desconhecida sem sequer sabermos a quanto está cotado o dente de leite.

(in)segurança digital

O meu banco ligou-me, 2 movimentações suspeitas do meu Visa somando quase €200. Cartão suspenso preventivamente e já cancelado.

Não uso cartão de crédito directamente na Net, tenho para isso uma conta Paypal já enferrujada, tanto que há alguns anos que não actualizava a informação… mas curiosamente fi-lo há 4 meses, sem qualquer movimento posterior.

Portanto terá ocorrido uma fuga:

  1. na Paypal?
  2. na Visa?
  3. no meu banco?

Muito seguro, este admirável mundo novo.

O meu próprio Media Center – Parte 2

Media Center: Diagrama de ligações

O centro das atenções prende-se no Media Center: é nele que estão armazenados todos os ficheiros de media (gravações de TDT, importações de CD e DVD, fotos, ficheiros avulsos).

O acesso aos conteúdo pode ser feito directamente pelo Media Center que tem um comando RF semelhante ao de uma TV (embora possa ser comandado de outras formas como por browser ou por aplicação Android) e está ligado por um cabo HDMI à TV pelo que imagem e som saem directamente por ela. Uma desvantagem desta nova versão do nosso Media Center é a TV ter apenas som estereo e tanto o MC como a TV apenas terem ligações S/PDIF ópticas (Toslink) – nas versões anteriores o som em vez de ser encaminhado para a TV era encaminhado por uma ligação S/PDIF analógica (RCA) para um sistema 5.1 que se quiser manter terei primeiro de encontrar um adaptador RCA->Toslink.

É ainda possível aceder de outras formas aos conteúdos do MC graças às ligações de rede:

  • através de um browser
  • através de um cliente UPnP/DLNA às gravações, vídeos, fotos e músicas; a própria TV já tem um cliente DLNA mas podemos usar aplicações como o Windows Media Player ou o VLC a partir de PC, Tablet e mesmo alguns telemóveis
  • através de um frontend MythTV (o do próprio projecto ou outro como o XBMC) a tudo, inclusive Live TV

No próximo artigo desta série abordo a configuração de hardware do Media Center.